Breaking News
recent

“Fred Jossias deve parar de tentar separar Moçambique e Angola” – Diz João da Diamantina


Já é corriqueira a tentativa deste apresentador de separar os dois países culturalmente, tentando colocar artistas moçambicanos e angolanos uns contra outros. Fred tem ultimamente destacado casos de supostos plágios que segundo o mesmo estão a ser protagonizados por artistas angolanos.
São raras as vezes em que plágio de uma música desacredita um artista. O plágio existe em todos os quadrantes pode ser feito conscientemente ou inconscientemente. Não estou a incentivar a plágio, mas esta é uma forma bastante errada para denigrir imagem de quem quer que seja.
Acompanhou-se no passado, o caso do rei do Pop Michael Jackson que foi acusado pelo saxofonista e cantor camaronês Manu Dibango de ter copiado a música “Soul Makossa” e, foi obrigado a pagar 1 milhão de francos franceses (cerca de US$ 200 mil) a Dibango por direitos autorais.
O segundo caso que pretendo trazer como ilustração é o do cantor americano Michael Bolton, este foi condenado a pagar uma indenização de US$ 5,4 milhões depois que a Justiça considerou a sua canção “Love Is a Wonderful Thing”, do álbum “Time, Love & Tenderness (1991)” parecida demais com o tema de mesmo nome dos Isley Brothers, lançado em 1966. E o último e mais recente caso é do cantor Roberto Carlos, O Rei foi condenado por plágio em 2004.
A ação questões de plagio sucedem a anos, e se formos a reparar actualmente, os mesmos artistas que usei como referencia, em nenhum momento foram desconsiderados por estes actos pelos seus fãs, ou seja, Michael Jackson, Michael Bolton e Roberto Carlos só tiveram uma sanção a nível judicial. Os fãs ou admiradores em nenhum momento deixaram de dançar uma musica por exemplo, só porque é plagio.
Será que tais plágios só são feitos no sentido angola/ Moçambique? Fred poderia ter muitos motivos para agir de tal forma mas este não é o motivo certo. Para mim há aqui intenção própria de alguém que quer prejudicar a todo o custo.

Há factores históricos muito profundos, que o mesmo não toma em atenção. Estes dois países partilham história. Moçambique e Angola têm a sua independência em 1975, Portugal como colonizador comum, partilham a língua como colonial herança entre outros traços. Não é necessário dividir moçambique e angola, não se apaga uma história. A meu ver, Jossias tende a ter essas atitudes porque culturalmente os angolanos estão a conseguir se impor no seu país e no mundo e vender a sua cultura além-fronteiras. Quando chegam a moçambique por exemplo: são tratados como verdadeiros artistas enquanto tal ocorrência não são uma realidade para os artistas moçambicanos.
Não é culpa dos angolanos se não acontece o mesmo com os artistas moçambicanos. Consta-me que em angola começa a haver uma consciência cultural e por via disto o patamar que eles experienciam hoje. Fred Jossias está a fazer uma luta na contra-mão. Antes de lutar contra a dita “penetração angolana” porque não luta para a valorização dos seus compatriotas? Onde os angolanos estão hoje, acredito que tenha sido fruto de muito trabalho. Nós moçambicanos devias tê-los como exemplo e não semearmos nas pessoas ódio e Intrigas.
C4 pedro reconheceu a nível mundial usando a internet, o valor do cantor Hot Blaze, Yannick- Afroman também reconheceu o talento de Twenty fingers na internet. Sem falar também do Reconhecimento que vem por parte de Yuri da Cunha para Mr.bow quase sempre que este lança. Tivemos há bocado, Azagaia e Emerson Miranda no evento Angola Music Award.
Qual é o motivo que temos para nos separar deste povo? Em fim, há um trabalho de base que precisa de ser feito. Quando tu tratas bem os filhos do vizinho e mal os teus, a culpa é dos filhos do vizinho?
Temos que limpar a casa.

wizfrance nhanale

wizfrance nhanale

Com tecnologia do Blogger.